Cibersegurança: vale o investimento?

Cibersegurança: vale o investimento?

A segurança cibernética é a prática de proteger sistemas, redes e programas de ataques digitais. Uma abordagem de cibersegurança bem-sucedida tem várias camadas de proteção espalhadas por computadores, redes, programas ou dados que se pretende manter seguros.

Em uma organização, as pessoas, processos e tecnologia devem se complementar mutuamente para criar uma defesa eficaz contra ataques cibernéticos. Um sistema de gerenciamento de ameaças unificado pode automatizar integrações em produtos selecionados e acelerar as principais funções de operações de segurança: detecção, investigação e remediação.

Ano após ano, tecnologias emergentes vêm com oportunidades empolgantes para expansão de negócios, e, a cada novo desenvolvimento, vem uma nova oportunidade para os predadores cibernéticos acessarem e usarem, malevolamente, seus dados. Por isso, é fundamental que as empresas vejam a segurança cibernética como algo de extrema importância para sua organização.

Formas de proteção para as organizações

  • Segurança de rede: É a prática de proteger uma rede de computadores contra intrusos, sejam eles invasores direcionados ou malware oportunista.
  • Segurança de aplicativos: Foca em manter o software e os dispositivos livres de ameaças. Um aplicativo comprometido pode fornecer acesso aos dados que pretende proteger. O sucesso da segurança começa na fase de projeto, bem antes de um programa ou dispositivo ser implantado.
  • Segurança de informações: Protege a integridade e a privacidade dos dados, tanto no armazenamento como no trânsito.
  • Segurança operacional:Inclui os processos e decisões para tratamento e proteção dos arquivos com dados. As permissões que os usuários têm ao acessar uma rede e os procedimentos que determinam como e onde os dados podem ser armazenados ou compartilhados se enquadram nesta categoria.
  • Recuperação de desastres e continuidade dos negócios: Definem como uma organização responde a um incidente de cibersegurança ou qualquer outro evento que cause a perda de operações ou dados. As políticas de recuperação de desastres ditam como a organização restaura suas operações e informações para retornar à mesma capacidade operacional de antes do evento. A continuidade dos negócios é o plano ao qual a organização recorre ao tentar operar sem determinados recursos.
  • Educação do usuário final: aborda o fator de cibersegurança mais imprevisível: as pessoas. Qualquer pessoa pode introduzir acidentalmente um vírus em um sistema seguro se deixar de seguir as práticas recomendadas de segurança. Ensinar os usuários a excluir anexos suspeitos de e-mail, não conectar unidades USB não identificadas e várias outras lições importantes é vital para a segurança de qualquer organização.

Dicas contra ataques cibernéticos

  • Atualize seu software e sistema operacional: Isso significa que você se beneficiará dos últimos patches de segurança.
  • Use um software antivírus: Soluções de segurança detectarão e removerão ameaças. Mantenha seu software atualizado para obter o melhor nível de proteção.
  • Use senhas fortes: Garanta que suas senhas não sejam fáceis de adivinhar.
  • Não abra anexos de e-mail de remetentes desconhecidos: Estes podem estar infectados por malware.
  • Não clique em links em e-mails de remetentes desconhecidos ou em sites não familiares: Esta é uma forma comum de propagação de malware.
  • Evite usar redes Wi-Fi não seguras em locais públicos: Redes não seguras deixam você vulnerável a ataques “man-in-the-middle”.

Afinal, vale a pena o investimento em cibersegurança? 

Quando falamos sobre investimentos feitos em empresas, pensamos em marketing, ferramentas comerciais, estrutura, tecnologia. Muitas vezes a cibersegurança e a proteção de dados não são vistas como investimentos, porém elas trazem retorno financeiro aos negócios que investem nessas ações tão importantes.

As empresas que não investem em proteção de dados e cibersegurança podem sofrer por diversos problemas. O primeiro deles é o vazamento de informações pessoais de clientes, o que gera penalidades com a Lei Geral de Proteção de Dados em vigência. Além de uma possível multa, a imagem da empresa fica comprometida e ela perde um pouco da credibilidade.

Por isso, sim, vale a pena o investimento em cibersegurança. E, além disso, existe retorno monetário para quem investe nessa privacidade. O estudo Cisco Data Privacy Benchmark Study, divulgado em janeiro de 2020, revelou que, a cada US $1 investido, o ROI da proteção de dados em média no mundo seria de US $2,7. Ou seja, um retorno percentual é de 270%. 

Ademais, de acordo com o estudo, aproximadamente 70% das organizações entrevistadas dizem que obtiveram benefícios comerciais a partir do investimento em privacidade. Entre eles, estão melhor agilidade, maior vantagem competitiva, maior atratividade para os investidores e maior confiança por parte do cliente.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© SicoloS Tecnologia 2020 – Todos os direitos reservados.
Feito com ❤ por