Os 4 pilares de uma empresa totalmente automatizada

Os 4 pilares de uma empresa totalmente automatizada

Empresa totalmente automatizada: o por quê?

Uma empresa totalmente automatizada é uma empresa que usa a automação em seu potencial máximo. Essas são empresas que abraçam a necessidade de transformação digital e aproveita-a para fornecer um serviço melhor, preciso e rápido – reduzindo custos operacionais, aumentando a satisfação de seus colaboradores.

O que é uma empresa totalmente automatizada?

A principal diferença entre uma empresa totalmente automatizada e a tradicional é a abordagem à automação. A totalmente automatizada adota uma abordagem proativa para a automação enquanto a tradicional é reativa. A vantagem é pensar no processo como aperfeiçoá-la pensando na automação e aplicar onde esta faz sentido e tem maior impacto. Uma empresa totalmente automatizada encontra o equilíbrio entre o que robôs podem fazer disponibilizando tempo para o que os recursos humanos devem se concentrar.

Resumimos o que uma empresa totalmente automatizada faz em quatro pilares:

  1. Atribui todas as tarefas mecânicas a processos automatizados executadas por  robôs para tornar o trabalho de back-office autônomo, preciso e tempestivo
  1. Fornece treinamento e robô para cada pessoa que precise de automação em seus processos
  1. Democratiza o desenvolvimento de robôs para que usuários avançados possam construir rapidamente novas automações e aplicativos
  1. Aplica IA a todas as facetas do trabalho, expandindo a automação em processos cognitivos e ajudar mais a operação

Por que sua empresa deveria se tornar uma empresa totalmente automatizada?

Os motivos para a automação total são muitos, mas os consolidamos em três categorias baseadas em dados: desempenho, ROI e competitividade.

Empresas totalmente automatizadas superam outras empresas. De acordo com um relatório da Capgemini, os 20% das empresas com melhor desempenho em sua pesquisa sobre automação estão obtendo “consideravelmente mais” retornos de negócios. No gráfico abaixo (verde indica “movimentos rápidos de líderes” e azul indica “seguidores”),  e note que essas empresas importantes relatam que a automação trouxe:

  • Aumento da receita (75%)
  • Aumento da lucratividade geral (76%)
  • Melhoria da experiência do cliente (86%)
  • Maior agilidade (84%)

Empresas totalmente automatizadas obtêm um ROI significativo. Simplificando, o dinheiro que você investe em automação cria mais dinheiro saindo. SMBC, por exemplo, uma das principais instituições financeiras japonesas, obteve $450 milhões em ROI com seus investimentos em automação.

Empresas totalmente automatizadas têm melhor desempenho. Embora muitas organizações reconheçam valor em tecnologias de automação individuais, as totalmente automatizadas (soluções corporativas) estão obtendo benefícios, combinando-as. A Harvard Business Review descobriu, por exemplo, que as empresas que combinam RDA, RPA e AI tiveram um aumento médio de 9% na receita, enquanto as empresas que não os combinaram tiveram um aumento de apenas 3%.

Além disso, no relatório Um robô para cada trabalhador (discutido durante o Reboot Work Festival) , o IDC descobriu que as organizações que usaram RPA:

  • Melhoraram a velocidade de resposta, proporcionando menor tempo de retorno e melhorando a eficiência geral do processo (79%)
  • Reduziram erros, diminuindo o tempo gasto em retrabalho (79%)
  • Aumentaram a produtividade sem contratar mais funcionários (74%)

Empresas tradicionais não serão capazes de executar tão bem seus processos de negócios como empresas totalmente automatizadas, e conforme a automação evolui, a lacuna entre os dois tipos de empresas só aumentará.

Empresa totalmente automatizada

Empresa totalmente automatizada acontece quando o potencial encontra a realidade, quando empresas ambiciosas alcançam e agarram o futuro aplicando soluções de automação onde podem fazer a diferença. É quando o trabalho de back-office se torna invisível, e todos os funcionários têm acesso a robôs e a inteligência artificial (IA) se espalha  melhorando cada processo.

1. Atribuir trabalho automatizável a robôs

Em uma empresa totalmente automatizada, os funcionários humanos podem se concentrar no trabalho que devem fazer e nunca ter que fazer o que um robô poderia fazer melhor.

Estamos falando sobre as tarefas repetitivas que passaram a dominar o trabalho de conhecimento nos últimos 50 anos: entrada de dados, consolidação de dados e processamento de dados. Por décadas, as empresas relegaram esse tipo de trabalho para o back office, atribuindo aos humanos a tarefa descomplicada e sujeita a erros de mover informações de um sistema para outro, tratando com regras bem definidas e repetitivas.

Um Estudo da McKinsey apresenta duas estatísticas incríveis:

  • Nos Estados Unidos cerca de 2,6 trilhões de horas de tarefas/ano são automatizáveis.
  • 30% das atividades em quase dois terços de todos os trabalhos são automatizáveis.

Uma empresa totalmente automatizada implementa robôs que podem assumir o trabalho de back-office existente. Os 30% das atividades automatizáveis ​​citadas por McKinsey são então automatizadas, deixando os humanos fazerem o trabalho para o qual são adequados – um trabalho criativo, gratificante e valioso.

Vamos pensar em um exemplo. Operar uma empresa de hipotecas habitacionais geralmente exige que os oficiais de crédito coletem documentos para extrair informações e mover dados de um sistema para outro. Os oficiais de crédito podem passar horas verificando e inserindo dados em vez de prospectar, atender e trabalhar com clientes.

A empresa totalmente automatizada, automatiza esse trabalho de coleta, extração e verificação. A automação resultante é tempestiva, mais rápida e livre de erros, deixando os funcionários livres para fazer trabalhos mais valiosos.

2. Fornecer um robô para cada pessoa na empresa

A empresa com foco em totalmente automatizada fornece robôs a todos os funcionários. E, com assistentes de robôs disponíveis, os funcionários podem fazer mais e trazer maior valor agregado enquanto se concentram em trabalhos mais valiosos.

Os funcionários não têm receio da automação. No relatório da IDC “Um robô para cada trabalhador”, 71% dos funcionários relataram se sentir otimistas sobre como a automação afetaria seu trabalho diário. Além disso, 80% dos tomadores de decisão que adotaram a automação ofereceram a seus funcionários as ferramentas para ajudá-los a automatizar seu trabalho – provavelmente alimentando esse otimismo.

Uma empresa totalmente automatizada reconhece o desejo dos funcionários por automação e permite que eles aproveitem os recursos dos assistentes-robôs direto de seus desktops. Mais do que o simples fornecimento de ferramentas, uma empresa totalmente automatizada facilita o uso dessas ferramentas. Os funcionários podem então se concentrar em seus empregos em vez de lutar com a tecnologia.

É aqui que o volante de automação entra em vigor. O volante da automação descreve a maneira como as empresas aceleram a transformação. O objetivo é dar vida à automação mais rapidamente.

As empresas podem acelerar a jornada de automação – e, eventualmente, levar a um momento revolucionário, evolutivo e inovador – incentivando os funcionários a enviar ideias de automação que seus centros de excelência (CoEs) podem construir. Este pilar da empresa totalmente automatizada é dar o pontapé inicial no volante da automação.

Os robôs fornecidos por um CoE estão sempre presentes para auxiliar e ampliar o trabalho de seus colaboradores parceiros. Muito desse trabalho, novamente, é um trabalho para o qual os humanos não são adequados. Humanos podem ser os melhores no uso de dados, mas os robôs são os melhores em colocá-los no lugar certo na hora certa.

Os funcionários que não fazem interface direta com os robôs usarão pelo menos aplicativos desenvolvidos por eles, obtendo assim benefícios consideráveis em suas atividades diárias dentro da empresa.

Os contact centers são exemplos perfeitos deste pilar em ação. Um contact center empresarial totalmente automatizado terá um robô que pesquisa informações e gerencia a entrada de dados enquanto um agente fala com clientes. Livre de malabarismos com o telefone e uma série de sistemas díspares, o agente pode então se concentrar no atendimento ao cliente e na construção de relacionamentos. Isso resulta num agente com mais informações disponíveis, mais rapidez, tudo sem colocar os clientes em espera.

3. Democratizar o desenvolvimento

Uma empresa totalmente automatizada fornece ferramentas de baixo código que permitem a todos os funcionários dar vida a novas ideias de aplicativos rapidamente, de baixo para cima. Isso leva ao momento de ruptura no volante da automação mencionado anteriormente: os funcionários da área de negócios se tornam desenvolvedores que podem construir suas próprias ideias. Isso acelera o volante ainda mais rápido.

As empresas tradicionais tendem a subestimar o potencial de seus funcionários. E podem duvidar, por exemplo, que os funcionários tenham a capacidade, ou mesmo o interesse, de operar robôs. Uma empresa totalmente automatizada analisa os dados.

  • Em pesquisa recente, 30% dos trabalhadores dos EUA queriam aprender sobre o RPA.
  • Um estudo da McKinsey descobriu que as organizações de sucesso eram mais propensas a colocar a responsabilidade de entregar esforços de automação nas mãos de suas funções e/ou unidades de negócios. Organizações menos bem-sucedidas, entretanto, tinham “mais do que o dobro de probabilidade” de tornar uma equipe central inteiramente responsável pela entrega da automação.

Em resumo, funcionários querem aprender e empresas que atribuem responsabilidades de automação aos funcionários têm sucesso.

Uma empresa totalmente automatizada reconhece a impossibilidade de pedir a um CoE para fazer tudo e, em vez disso, dá aos usuários de negócios a capacidade de descobrir casos de uso e implementar soluções.

A área de negócios é onde os desenvolvedores encontrarão casos de uso que um CoE não poderia reconhecer. É onde os desenvolvedores especialistas no negócio brilham, e essas oportunidades são aquelas que, em conjunto, permitem que a empresa totalmente automatizada se automatize de forma rápida, profunda e melhor do que outras empresas.

Veja os profissionais de saúde da linha de frente para obter um exemplo. Nos primeiros dias da pandemia, desenvolvedores cidadãos trabalhando com profissionais de saúde da linha de frente na Cleveland Clinic construiu uma automação que processou rapidamente os dados de teste do paciente em vários sistemas e acelerou o teste drive-through. Exatamente quando era mais necessário, esses funcionários inovadores criaram um fluxo de trabalho totalmente novo, rápido e preciso para um processo de missão crítica.

4. Utilize IA (Inteligência Artificial) em todas as fases do trabalho

Uma empresa totalmente automatizada construirá robôs mais inteligentes e usará IA para encontrar mais processos para automatizar com melhores resultados a capitalizar.

A IA é onde reside uma grande quantidade de potencial de automação inexplorado. Um estudo da McKinsey descobriu, por exemplo, que apenas 20% das empresas que estavam cientes da Inteligência Artificial ​​foram capazes de usar uma ou mais tecnologias de IA “em um processo de negócios central ou em escala”.

Mas para empresas totalmente automatizadas, essa luta é uma oportunidade presente, não uma ameaça. É uma oportunidade de descobrir como aproveitar a IA para transformar seus processos, com o bônus adicional de mais capacidade.

Então, como a IA realmente se parece, em uma empresa totalmente automatizada? A filosofia motriz de uma empresa totalmente automatizada é distribuir IA para todas as facetas do local de trabalho de duas maneiras:

  1. A IA ajuda a organização a descobrir o que automatizar. Com a mineração de processo, a IA pode realmente descobrir mais oportunidades de automação que humanos podem não ter reconhecido, ajudando a informar um sistema contínuo de observação e ideação.
  1. A IA adiciona automações cognitivas que exigem julgamentos que os robôs normais não podem fornecer. Robôs usam modelos de aprendizado de máquina, ML (machine Learning) ou habilidades em tempo real para automatizar processos cada vez mais sofisticados, ampliando o universo da automação.

Isso resulta em uma empresa totalmente automatizada que pode revelar o valor dos investimentos em IA, fornecendo um veículo para entrega de IA em ambientes de produção. Cientistas de dados – as pessoas mais capazes de desenvolver novos modelos de IA e aprendizado de máquina – há muito lutam para acessar fluxos de trabalho de produção. Em uma empresa totalmente automatizada, os cientistas de dados podem usar dados do mundo real para informar seus modelos e implantar esses modelos mais rapidamente do que em empresas tradicionais.

Voltemos ao exemplo descrito anteriormente para a empresa de hipotecas imobiliárias. O quarto pilar de uma empresa totalmente automatizada direciona seus esforços para ajudar os agentes de crédito a priorizar os clientes em potencial. 

Os modelos de aprendizado de máquina usam dados anteriores para prever a probabilidade de inadimplência, dando automaticamente aos agentes de crédito a capacidade de alcançar os clientes em potencial mais importantes primeiro.

Seu futuro totalmente automatizado está no horizonte

O potencial da automação é quase ilimitado. Sem a estrutura certa, é difícil definir concretamente como será o futuro da automação. 

Com os quatro pilares norteadores e resultados concretos em mente, você pode avançar deliberada e continuamente em direção ao seu futuro como uma empresa totalmente automatizada.

A SicoloS Tecnologia dá o suporte necessário para a transformação digital em sua empresa, hiper automação – end to end, por ter foco exclusivo em automações digitais e experiência consolidada no mercado há mais de 10 anos, identificando lacunas e oportunidades, entregando serviços de qualidade superior. 

Conte com a SicoloS no processo de empresa totalmente automatizada!

Link original: https://www.uipath.com/blog/four-pillars-of-a-fully-automated-enterprise

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© SicoloS Tecnologia 2020 – Todos os direitos reservados.
Feito com ❤ por